VINHO COM DUPLA NACIONALIDADE


    O vinho filho de uva mãe da frança e uva pai da espanha conseguiu a dupla cidadania. Agora franco-espanhol. Agora não é culpa do arte-finalista, mas, na colocação dos rótulos, seja ela manual, ou automática. É um produto da França, lemos em cima, em baixo, o rótulo também diz que é um produto da Espanha. Ou é o primeiro vinho com dupla nacionalidade, ou não tem certeza de onde nasceu. Também é a primeira vez que um vinho deixa alguém confuso, sem ao menos, experimentá-lo. Precisamos da ajuda de um Sommelier, para dar-nos a certeza da real nacionalidade do vinho.