Estátua Morta, Mas Feliz

    Eu admiro muito o trabalho dos artistas que fazem estátua viva, mas, no caso deste post a estátua é de verdade, estátua morta, ou inanimada. A mulher teve os 15 minutos de fama, aliás,  terá mais do que quinze. Ela colocou-se entre as mãos, deixando evidente que é exibicionista e masoquista. Ela transformou um aplauso, num tapinha na bunda. E nós que pensamos que vida de estátua é um tédio, sempre parada no mesmo lugar tomando chuva, sol, e cocô de pombo. Para sorte dela este tapa nunca será dado, e se fosse, estátua tem a mão pesada. Será que ela deixaria o Homem de Ferro dar um tapinha?. Mas, pelo menos ela não prejudicou a estátua, há casos de partes de estátuas roubadas. Foi o caso da estátua de Carlos Drummond de Andrade que teve os óculos roubados, mas, já repostos. Aliás quem depreda obras de arte é  quem não tem competência  para criar nada, como o pichadores que só conseguem deixar seus garranchos ridículos nos muros.