QUADRINHOS, TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO

                                  

    Este não é um tutorial, apenas quis mostrar como o trabalho de tradução e adaptação é feito, em algumas tiras existem muitas gírias da língua inglesa, algumas vezes é preciso até recorrer ao dicionário urbano, depois tem que haver uma adaptação por exemplo: nascer com uma colher de prata na boca, ninguém ia entender, então é preciso adaptar para: "nasceu em berço de ouro"; "filhinho de papai"; "playboyzinho"; "riquinho", ou a gíria mais na moda. Depois de digitar a tradução, vem o trabalho de deixar o balão limpo, ou seja, o balão com a cor original, sem argumentação em inglês e pintar toda a argumentação que está em preto, ou outra cor qualquer, com a cor original do balão. Tem vezes que começo com um pincel pequeno e faço perto das bordas, para depois aumentar o pincel e fazer o meio, ou então já faço tudo com um pincel pequeno, usando os colchetes [ e ], eu aumento ou diminuo o pincel do Photoshop, se errar algo, tem que clicar CTRL/ALT/Z e refazer. Depois que todos os balões foram "limpos", ou pintados, ajusto a argumentação em português, e ajusto-as nos balões, nem sempre há uma padronização, mas, procuro sempre deixar o todo harmônico, respeitando, sempre que possível a ideia original do artista. Por fim eu faço uma revisão geral, nesta encontrei um erro de centralização, e um erro de espacejamento que cometi, e consertei. Na parte da: "Intoxicação é rápida...", eu distribui melhor a argumentação, como dá pra ver no resultado final, no post abaixo. Dá trabalho é verdade, mas, é gratificante. Ah, eu ia me esquecendo, eu uso o mouse, não uma Tablet Wacom Bamboo Pen (mesa digitalizadora gráfica).