Vingança do Corno, Sem Balas Suficientes

    A vingança não é a solução para os cornos, pois, depois de matar o amante da mulher, além de corno, virará presidiário. Na charge o corno vai ao bar para um acerto de contas com o amante da mulher, descobre para o azar dele, que mesmo se fosse praticar tal insanidade, não teria balas suficientes para o número de amantes de sua mulher ali presentes. Resta a ele retirar-se, pedir divórcio, e entrar para a Confraria dos Cornos. Por pouco não ocorre uma tragédia no Bar do Bráulio, desta vez, os amantes safaram-se de suas safadices, mas, eles que não abusem da sorte, nem todo corno é compreensivo, diante dos fatos. Apesar da não haver balas suficientes, nenhum dos amantes ia ser candidato a ser o primeiro a morrer, felizmente tudo acabou bem, menos para o corno.