Computador Bem Popular, e Bem Papelão

    Um exemplo de como o improviso pode ser levado ao extremo, num tipo de castelo de cartas, ou melhor numa caixa de papelão, foram sendo "montados" os componentes do computador. Vale lembrar que o papelão pega fogo facilmente, sem contar que a umidade relativa do ar fará o papelão amolecer. Tem também o ataque de cupins, sem contar que é um lugar perfeito para proliferação de baratas e outros insetos. Numa estrutura instável como esta, o cooler deve causar uma trepidação, fora que aquele lance de dar uma batida na torre, está fora de cogitação, com risco de a torre feita de caixa de papelão afundar. O papelão não dissipa o calor, pelo contrário, funcionará com um isolante térmico. Caso o dono deixe ligado por muito tempo, baixando arquivos, enquanto ele vai dormir, ou viajar, pode ter uma desagradável surpresa incendiária. Sinceramente, o computador feito de caixa de papelão, foi um papelão... Talvez se tivesse trocado o papelão pela madeira, teria tido um melhor resultado (não no caso dos cupins, claro), tanto estético, como funcional. Lembrou também o personagem Kenny, da Sitcom animada: South Park, que por sinal tinha um humor ácido, e politicamente incorreto.  O coitado do Kenny, quase sempre morria no final de cada episódio. Diziam, claro que de brincadeira, que Kennny morava numa caixa de papelão com a família dele, porém, era alugada, pura maldade dos outros personagens. Felizmente e misteriosamente, lançando mão da licença poética dos desenhos animados, apesar de Kenny quase sempre morrer, ao final de cada episódio, ele aparecia inexplicavelmente vivo no próximo, claro, a ressuscitação do Kenny, nunca precisou de justificativas, simplesmente era aguardada e tida como normal, é a magia dos desenhos animados.