Gambiarra, Liquidificando à MacGyver


          A vontade de fazer uma vitamina ou bater algo no liquidificador, faz até um liquidificador com o motor queimado voltar a funcionar, não por passe de mágica, mas pela incrível capacidade humana de improvisar, inventar e fazer funcionarem juntos aparelhos que não têm nada em comum um com o outro: um liquidificador e uma furadeira, por exemplo. Usar a furadeira para girar, acionar a hélice do liquidificar. Era o que fazia MacGyver, do seriado Profissão: Perigo. Nos Estados Unidos e aqui no Brasil MacGyver virou sinônimo de improvisação, o termo MacGyverismo, numa tradução livre, é difundido na cultura norte-americana, aqui poderíamos chamar de: “Gambiarrismo” Por falar em seriado, algo que eu acho uma falta de respeito para com os telespectadores e fãs de seriados,  é quando depois de algumas temporadas mudam a voz dos personagens,  algumas vezes, de todos os personagens, pois, outro estúdio de dublagem ficou responsável, não que ela seja melhor ou pior, fato que aconteceu no seriado MacGyver, alguns anos atrás, aconteceu em Lost, deveria haver uma cláusula, na qual constasse que só se poderia mudar a voz do personagem em caso de morte do dublador. A dublagem do Brasil é uma das melhores do mundo, mas, quando nos acostumamos com uma voz,  é inaceitável que ela mude. Com certeza, todo país, nos quais existe a dublagem, partilha desta opinião.  Queremos a mesma voz, da primeira a última temporada.  Recentemente, eu estava vendo vídeos no Yoube, comparando filmes redublados com a dublagem original, diziam que a dublagem original era muito melhor, acho que o que deve ser levado em consideração, também, é a nostalgia, por exemplo, o falecido dublador: André Filho, que fez a voz dos personagens:  Rocky e Rambo, interpretados por Sylvester Stallone; Newton da Matta, também falecido, que foi a voz do ator Bruce Willis, desde a época do seriado: A Gata e o Rato.  Ele conseguia transmitir os momentos de ironia e fúria do detetive John McClane, em Duro de Matar, melhor que o próprio Bruce Willis. Tais dubladores deixaram um lastro inigualável e imortalizaram as vozes dos respectivos atores. Então, é como se você conhecesse alguém por anos e, de repente, a pessoa mudasse de voz, para quem nunca a conheceu, pensará que é  voz dela mesma, mas, quem conhecia a voz, vai estranhar, e muito.  Em minha opinião, a dublagem original da franquia: De Volta Para o Futuro é muito melhor que a redublagem, não estou me referindo qualidade técnica, claro. Já que o post falou de  MacGyver, eu não poderia deixar de citar o excelente trabalho do dublador Garcia Júnior, voz do MacGyer, He-Man, etc. Também é impossível imaginar o  Arnold Schwarzenegger com outra voz. No time feminino, a excelente Vera Miranda, dubladora da Teela, do desenho animado He-Man, das atrizes: Michelle Pfeiffer, Sharon Stone, Julianne Moore, entre outras.  Quero frisar que a nova geração de dubladores é excelente também. O que todos que curtem os seriados e filmes desejam é que a famosa e competente: Versão Brasileira seja a mesma da primeira à última temporada, e,de preferência, o ator, nos filmes, seja dublado pelo mesmo dublador.