Perfume Sem Mulher, Dançando Com Ele Mesmo


Não se pode saber se foi uma estratégia para as mulheres ficaram dom dó dele, por ele estar dançando com ele mesmo ou é uma crise aguda de narcisismo, tal como a música do Ultraje a Rigor: “Eu me amo, Eu me amo”; “Não posso mais viver sem mim”. Se ele pisar no próprio pé, enquanto dança, é só pedir desculpa para ele mesmo. Será tudo no reflexivo, dançar com ele mesmo. Seria um puro egoísmo narcisista. Creio que 99,9% não fariam isso, mas a foto prova que nada é 100%. Seria uma autonomia na dança, que nem precisa de parceira?. Essa é o tipo de situação que extrapola aquele sentimento de se estar perdido numa festa, quando você é convidado para ir numa festa, mas, não conhece ninguém, exceto a pessoa que o convidou. O que é que estou fazendo aqui?. Ele está destoando totalmente, não pelo traje, mas pelo comportamento, atitude, o que faria a mulher pensar duas vezes antes de ir dançar com ele. Muitos dançam muito bem em casa, mas tem vergonha de dançar em público. No caso dele a extroversão é tanta que não só dança em público, mas, dança com ele mesmo, alguns chamariam essa atitude de falta de noção, bom, seria outra explicação. Não é o fato de dançar sozinho que está estranho, o que é muito comum, desde de que  o estilo de dança assim o exija.  Pensando melhor, mesmo que fosse uma dança para se dançar sozinho, estaria muito estranho. Não é o caso, está bem demonstrado que a dança de salão, neste caso, requer um parceiro(a).  Ele poderia investir esse tempo que está dançando sozinho para convidar uma mulher para dançar, mesmo tomando um não retumbante, seria melhor que dançar com ele mesmo no salão. Ele precisa fazer um curso urgente com  o Al Pacino, no filme: “Perfume de Mulher”,  Al Pacino, que interpreta um tenente-coronel cego, Frank, que não deixa sua deficiência visual atrapalhar seus sonhos. O Al Pacino mostra como se convida uma mulher para dançar, como se dança Tango. Tenho certeza que o Al Pacino diria mais ou menos assim: “Filho, primeiro você precisa aprender a tirar uma mulher para dançar. Não ficar aí fazendo papel de palhaço, dançando  com você mesmo”. Embora, o estilo mostrado na foto não seja Tango, está mais para dois passos pra lá, dois  passos pra cá, música lenta das festas de despedida do ensino médio.  De qualquer forma, achei o vídeo do Al Pacino, no YouTube, dando uma aula de como tirar uma mulher para dançar e como dançar Tango: http://www.youtube.com/watch?v=bRuRS8uj7Lg