Varrendo e Fazendo Arte


       Quem acha que as flores caídas no chão são o último suspiro engana-se. No chão aleatoriamente espalhadas, elas seriam apenas uma lembrança de beleza, então, o senhor da foto tem uma ideia, varrê-las, agrupando-as  em formato de estrela e coração, no último ato das belas flores que juntas são capazes de criar winks gigantes, os mesmos usados nos messengers, é um tipo de intervenção urbana, tão fugaz como aquelas pintadas nas ruas e calçadas, usando a distorção da anamorfose, a diferença é que a estrela e coração não usam a anamorfose, não serão apagadas pelo tempo, mas juntadas com uma pá, talvez ir para o jardim, virar adubo, não importa, o que realmente fez a diferença, é que antes elas foram reunidas por um senhor e sua vassoura artística, congeladas no tempo por uma foto. Não importa a profissão: segurança, porteiro, etc. Aquele que vê mais do que folhas caídas no chão é capaz de  fazer arte varrendo. As folhas de papel servem para desenhar flores, e as flores serviram para criar um coração e uma estrela no chão. Ele não é ator, mas, tem uma estrela, não na calçada da fama, mas no pátio de onde trabalha, uma estrela e um coração.