Trollagem, Nível: Marciano


      O Planeta Vermelho, visível à noite como uma estrela vermelha, chamado pelos gregos de Ares, pelos romanos de Deus da Guerra, Marte, e pelos orientais de Estrela de Fogo. Marte sempre exerceu um fascínio sobre o povo da terra. Essa fama do Planeta Vermelho também pode estar associada à histórias antigas de supostos canais construídos artificialmente, do suposto rosto de Marte, das supostas pirâmides (mostradas no filme de ficção científica O Vingador do Futuro, o original, com Schwarzenegger, pois, no remake, Marte foi simplesmente limada) supostas construções artificiais, supostas florestas.  Existem os dados científicos e as especulações, suposições e teorias conspiratórias que são muitas para abordar aqui. Vão desde de supostas fotos censuradas, manipuladas e até com tarjas para esconder certas anomalias existentes em Marte, pixels distorcidos, etc.  Muitos acusam a NASA de sonegar informação e plantar desinformação. Marte tem muitas afinidades com nosso planeta, tem um dia de 24 horas e 37 minutos, o ano é quase o dobro do nosso, 687 dias. Existem planos de colonizar o planeta vermelho, quando esses colonizadores estiverem em Marte, farão aniversário a cada um ano e onze meses, comparado com nosso tempo terráqueo.  Segundo a NASA, quando as rochas se formaram,  já houve água no Planeta Vermelho. Há, entretanto, vulcões, e existe, nos polos, gás carbônico, mais conhecido como gelo seco. Marte é o único planeta conhecido até o momento, além do nosso, no qual o ano é divido em estações. Recentemente, no deserto do Saara, durante todo o mês de Fevereiro, cientistas do Fórum Espacial da Áustria testaram uma nova roupa espacial batizada de Aouda.X. O traje espacial suporta temperaturas de -100º C e 35º C, isto é, pode ser usado em Copacabana e na Sibéria. Foram simuladas as condições que os astronautas enfrentarão em Marte, coleta de material, montagem de equipamentos, entre outros procedimentos.  O robô Curiosity, que encontra-se em solo Marciano, triturou e analisou rochas de Marte, foram encontradas na rocha sedimentar triturada os seguintes elementos: oxigênio, nitrogênio, hidrogênio, fósforo, enxofre e carbono, elementos essências para a existência de vida, em tempos remotos, pode ter havido ambiente propício para a existência da vida microbiana, segundo a NASA.  O cartum do post mostra o porquê de as sondas, desde a famosa sonda norte-americana Viking, só tirarem fotos panorâmicas sem nenhum sinal de vida, apenas a típica aridez avermelhada. Os Marcianos querem paz, nada de terráqueos bisbilhotando com suas sondas. Quem sabe os Marcianos estejam aguardando uma visita tripulada de astronautas de carne e osso. Por essa nossa afinidade e curiosidade para com o Planeta Vermelho, os supostos moradores de Marte, os Marcianos, tem seu nome bem popular aqui, mais famosos  que os Uranianos, Jupiterianos, Venusianos. Já os  Lunáticos*,  estes temos de sobra na terra, mas nenhum deles vieram da Lua, que é o nosso Satélite Natural. Por falar em Marte, houve uma dupla sertaneja: João Mineiro e Marciano. Porém o Marciano era terrestre. Por falar em música, em 1997, o robô enviado para explorar Marte, na Missão Mars Pathfinder, foi “acordado” com a música brasileira: "Ô coisinha tão bonitinha do pai...”, interpretada pela cantora Beth Carvalho.  A sugestão da música foi da cientista brasileira, Jacqueline Lyra, que trabalhava na missão.  Se o Marciano cantou música Sertaneja na Terra, a Beth Carvalho cantou Samba em Marte.

*Como frisou Henrique Zanchi, em seu comentário na comunidade Memes Mania, os hipotéticos habitantes da Lua se chamariam Selenitas, contudo, optei por Lunáticos para o impacto que eu desejei transmitir. Nem todo Selenita seria Lunático, nem todo Lunático seria Selenita.