Guitarra Pipi, Pipitarra


       As necessidades fisiológicas são necessidades, não são opcionais. Este mictório em forma de guitarra seria o sonho de qualquer guitarrista ou roqueiro.  Quando pensamos que já vimos de tudo nessa vida, surge uma ideia dessas. Os sensores são ativados pelos jatos da urina, que fazem música, isto é, os RIFFS de guitarra. Quantos  litros de água, ou outro líquido, seriam necessários para tirar os RIFFS de “Sweet Home Alabama” do Lynyrd Skynyrd ou “Purple Haze”  do Jimi Hendrix?. Não é tal como o Guitar Hero, caso se erre, só se poderá tentar novamente quando tiver vontade de ir ao banheiro. O nome Guitar Pee que numa tradução livre seria Guitarra Pipi, podia ser chamado de Pipitarra. A criatividade humana venceu, aos organizadores do Rock in Rio, fica a sugestão. Para aqueles que tem vergonha de tocar guitarra em público essa é uma péssima ideia. O amplificador fica estrategicamente instalado em cima, afinal, a intenção não é eletrocutar o guitarrista. Para aqueles que estão usando o banheiro com porta, e não reparam a Guitar Pee, fica a pergunta: Mas quem está tocando guitarra dentro do banheiro?. Claro que muitos iriam querer a Guitar Pee no conforto do lar, na privacidade do banheiro de casa. As mulheres também seriam beneficiadas, seria o fim da eterna discussão sobre o assento da privada.  A criatividade humana transformando a necessidade fisiológica em RIFFS de guitarra. O rock and roll, não importa quando ou onde, jamais será um tédio. De vez em quando, recebo comentários perguntado onde adquirir produtos que aparecem nas fotos postadas, no caso da Guitar Pee, eu não faço ideia de quem a fabrica nem de onde pode ser encontrada.