A Despedida Gloriosa da Kombi.

Volkswagen Kombi Last Edition (foto: Divulgação)

        Kombinationsfahrzeug, você pode não estar ligando o nome à pessoa, ou melhor, o nome ao veículo, mas, quando se diz, simplesmente, KOMBI, todos já ficam sabendo que se trata do famoso veículo utilitário multiuso ou combinado, que deu origem ao conceito de van. O automóvel utilitário construído pela montadora Volkswagen. A versatilidade da Kombi a transformou desde de veículo de transporte escolar, lanchonete móvel, veículo para transporte de cargas, até veículo de confraternização, antigamente, o ideal para levar toda a família e parentes a Santos. A primeira vez que vi o mar, quando era muito criança, foi numa viagem de Kombi, tios, avôs, uma bisavó e primos. A Kombi esteve presente num dos momentos marcantes da minha vida. Nesses 56 anos de história, qual paulistano ou paulista não viu a Kombi, pastel e caldo de cana, um trio que trouxe e traz muita alegria por onde estacionou, não só em São Paulo, mas pelo Brasil todo. A Kombi usada por comerciantes,  feirantes, artesãos e vendedores. A famosa Kombi, também apelidada de perua, tem uma história de muito sucesso e carinho no Brasil. As miniaturas de carros sempre existiram, tanto a versão em plástico como a versão em metal para colecionador. O que eu nunca tinha visto era uma torradeira em forma de Kombi, mas ela existe. O interessante, além da miniatura, é que o pão torrado sai com o logotipo da Volkswagen. A Kombi que carregou tanto pão de forma e francês, agora, faz torradas. Se algum colecionadores estiver lendo esse matéria, eu não faço ideia de onde adquirir a torradeira Kombi  nem se ela é um produto licenciado pela Volkswagen. O modelo que inspirou a torradeira Kombi é a Kombi Luxo, 1969. Sem dúvida,  a ideia é genial, claro que o designer da Kombi, Kombinou perfeitamente para ser uma torradeira, o outro detalhe interessante é que o logotipo é comestível. A notícia triste, principalmente, para a legião de fãs da Kombi, é que a Kombi está saindo de linha no Brasil, ou seja, despedindo-se da linha de montagem. A Kombi se aposenta com glória, sendo o mais antigo modelo produzido no Brasil. Embora toda despedida seja triste, a Volkswagen preparou um despedida gloriosa e para ficar na história. A edição especial de despedida da marca chama-se: Last Edition. Nessa edição limitada e especial, as 600 unidades trazem no painel a plaqueta de alumínio escovado com o número de série. Vendo as fotos, tem uma das fotos no post, ela sintetiza, interior e exteriormente, elementos dos modelos luxuosos das décadas anteriores. O som com leitor de MP3, entrada  USB e LEDS vermelhos, realmente, fantástica, eu diria Kombástica. Eu não sou colecionador, mas eu posso afirmar que essa edição limitada será supervalorizada, no futuro, pelo valor histórico, e por ser o último modelo produzido da Kombi. A Kombi e o Fusca, esse casal de carros da Volkswagen fizeram história no Brasil. Quem sabe, no futuro, os projetistas da Volkswagen  não criem uma New Kombi, assim como aconteceu com o novo Fusca, o New Beetle. Quem sabe algum presidente da república peça a montadora que volte a fabricar a Kombi, o finado ex-presidente da república, Itamar Franco, conseguiu essa façanha, e, naquela época, o Fusca, carinhosamente chamado de Fuca, voltou a linha de produção, por um período. A Kombi encerra sua história com chave de ouro, quando se fecham as cortinas ou se fecha a porta do último carro produzido de um modelo, bate aquela saudade. Nos Estados Unidos, a Kombi sempre remeterá à liberdade, customizada, artesanalmente, pintada com cores psicodélicas nos anos 60. Todos, independente da geração, conhecem, seja em filmes ou seriados nostálgicos, a Kombi Hippie. A kombi despede-se da linha de produção, mas, enquanto houver uma Kombi rodando na estrada ou na garagem de um colecionar, a saga continua.