O Chinelo Veste Jeans

        Essa #aritmética tem tudo para não virar #moda, adição de calças jeans + #chinelos é igual a um chinelo vestindo jeans. Isso virou um #shorts para os pés e canelas, parte de uma calça jeans com as pernas separadas, uma “bota de jeans” com sola de chinelo, e os dedos para fora. A utilidade prática é que não precisa usar um shorts ou bermuda com bolsos, mas é só impressão. Teria que agachar para pegar os documentos, dinheiro e aquelas moedas que são difíceis de se encontrar no fundo do bolso.  A #combinação calça jeans e chinelo não parece ser muito indicada para o inverno nem partes das pernas da calça jeans encapando o chinelo, uma vista posterior, de trás, leva a crer que a mulher está pisando na barra da calça jeans, uma visão frontal mostra os dedos, onde está o resto da calça, perguntarão. Parece mesmo que foi uma bota de jeans com os dedos para fora. Minicalça Jeans Chinelal. No meio de uma #chuva, ficará impossível dobrar a barra de cada parte da perna da calça. Deve ser a primeira vez que uma calça jeans é vestida com as pernas separadas. Atentando para o detalhe dos passadores, ficou faltando um cinto, eu ia dizer, ou melhor digitar, que a mulher poderia #customizar, mas está tão original e diferente, que qualquer customização passaria desapercebida. Calça jeans deixa de ter relação com a cintura, passa a ter com as panturrilhas. Se nos #anos 70 a calça boca-de-sino era moda (embora haja indícios da presença dela no final dos #anos 60), hoje, o mundo da moda as chama de #Calça Flare, eu não sabia, descobri pesquisando para esse post, embora os homens também usassem a calça boca-de-sino, a costeleta e a gola de mariposa faziam parte da vestimenta masculina, assim como as armações de óculos enormes, nos seriados da época, é possível definir a década com plena exatidão. Nos #anos 80, o #Rock’n’roll e #Hollywood apertaram as bocas das calças jeans, a moda feminina das calças boca-de-sino ou Flare, vai e vem, para os homens, isso não tem mais volta, a boca da calça jeans masculina não abre mais a boca, continua de boca fechada até hoje, não vou ousar afirmar que ninguém mais a usa, afinal, gosto não se discute. Ficaria meio estranho imaginar #Marty McFly, #De Volta Para o Futuro, andando de skate e calça #boca-de-sino.  Eu sei que a moda tem a ver com a contextualidade, com a época, quando todos os homens usavam calças boca-de-sino, certamente, havia quem resistisse, sempre há, quase todos usavam, era o jeito de se vestir de uma época. Nunca foi feito um estudo da relação calça boca-de-sino e acidentes de bicicleta, a boca da calça enroscando na corrente da bicicleta, devia ser uma mão na roda para tomar um tombo. A moda é assim, ninguém sabe, realmente, quem a lançou, nem quanto tempo durará, nem se voltará um dia. São poucos os casos que o "culpado" ou "culpada" de lançar uma moda é identificado, ou, pelo menos, a autoria ou paternidade pode ser atribuída a alguém. Com relação à moda masculina, eu já vi várias entrevistas saudosistas sobre os anos 70, sobre a música, sobre carros, nunca vi, porém, um homem dizendo: “Que #saudade da calça boca-de-sino!”. Se alguém ressuscitar essa moda para os homens, eu passo a vez. Antes que digam que foi um trauma, eu nunca a usei, por uma questão de ser da geração oitentista. A moda #retrô boca-se-sino está fora de cogitação, pelo menos, para mim. Certamente, alguém lembrará das badalações vestindo a calça boca-de-sino. Cada um é #livre para usar a boca para falar, assim como usar a boca da calça do tamanho que quiser, até usar uma calça desbocada.