Ligar os Pontos. Nível: Extremo, Profissional ou Veterano.

        O quebra cabeça de #ligar os pontos para formar uma figura, que são números, tem uma ordem certa, crescente.  A #história dele se perde no tempo. Hoje em dia, existem versões do ligar os pontos para se fazer com o mouse, todos os jogos migraram do #real para a versão #virtual. Se hoje achamos que é fácil, afinal, a maioria de nós conseguiria já visualizar a figura, sem ao menos ligar os pontos. Um jogo simples e lúdico de ligar os pontos pode ter seu grau de dificuldade elevado a um nível extremo, grau de dificuldade #profissional ou #veterano.  Essa é a proposta desse ligar os pontos em inglês, versão #animais, com o #leão da capa, já é possível ter ideia do grau de detalhe e dificuldade da figura formada. Podemos imaginar  a quantidade  de pontos e números para se formar o pescoço da #girafa, o corpo e orelhas do #elefante.  A revista aberta, que parece ter milhares de formigas, é uma amostra do que espera quem ousar enfrentar ligar os pontos nível: extremo. O desenho formado por ligar os pontos poderia ser chamado de desenhar indiretamente, usando pequenas retas entre pontos, desenhar através de coordenadas ou de um mapa, o resultado fica muito a desejar, mas o objetivo primordial é formar a figura.  Isso parece uma novidade, mas, se pararmos para pensar, o jogo de ligar os pontos acompanha a nossa #espécie, desde que o ser #humano visualizava imagens nas #constelações, as #estrelas eram os pontos, sem numeração, eles imaginavam figuras, aqueles #astrônomos amadores traçaram linhas imaginárias usando as estrelas como pontos brancos na imensidão escura do céu, visualizaram #animais e personagens da #mitologia. As mais conhecidas, no Hemisfério Sul, são: #Cruzeiro do Sul, que inclusive, está na nossa bandeira, as estrelas não estão dispostas aleatoriamente, são constelações e #estrelas, além de representarem os 27 Estados da Confederação. Continuando com as constelações mais conhecidas:  #Órion (Caçador), pode ser difícil visualizar o caçador ou guerreiro, porque ele fica quase de cabeça para baixo, mas, com certeza, as três #Marias são fáceis de identificar, sem ligar os pontos. A Constelação de #Escorpião é mais fácil visualizar, pela posição normal, e, principalmente, pela peçonha do escorpião. Fácil de observar em termos, dependerá da região que se estiver, da #poluição, da iluminação da cidade. A constelação de Órion, principalmente, as Três Marias, eu sempre consegui identificar. Oficialmente são reconhecidas #88 Constelações. Essa analogia, entre ligar os pontos e as constelações. Seria algo do #inconsciente coletivo, "memória genética", um simples #insight, #Déjà vu. Olhando para o céu, na folha de papel, perdido na poeira do tempo, nas estrelas salpicadas no céu, revisitado nas telas e monitores, os pontos continuam a serem ligados e as figuras a serem formadas.