A Vaca Ninja

        Essas são aquelas famosas fotos, onde somos convidados, ou melhor, desafiados a descobrir o que há de engraçado, curioso e, algumas vezes, atemorizante escondido nelas. Realmente, algumas vezes é difícil encontar, talvez, alguns nem consigam. Também conhecidas como a arte de ferrar a mente, pois sabemos que há algo oculto na foto, escondido num pequeno detalhe, mas encontrar nem sempre é tarefa fácil. Por vezes, está bem óbvio, mas na ansiedade de descobrir, acabamos por não enxergar. É um jogo de paciência, no qual o detalhe e atenção fazem toda a diferença. Apesar de estar meio camuflada, faltaram a máscara e a roupa escura, para que a vaca possa ser considerada uma guerreira das sombras, uma ninja. Em se tratando de animais, as Tartarugas Ninjas são muito mais conhecidas e famosas, e elas estariam melhor ocultas nesse cenário, por serem verdes, o problema é que as máscaras delas são coloridas. A foto do post é curiosa, singela, a vaca sossegada em meio ao verde, até uma cena misteriosa e relaxante, se não tivéssemos de descobrir onde está a figura oculta ou o inserto. Mas é preciso que a encontremos?.  Claro que não, se nossa curiosadade já achou suficiente a explicação de a vaca estar ali, oculta como se fosse um ninja, tudo bem.  A legenda: “Quando você vir...” é instigante, já vi algumas que exageram: “Quando você vir, ficará dias sem dormir”, nessas fotos, rostos e vultos aparecem escondidos, espreitando das frestas, nas sombras ou em reflexos. Talvez, você aceite o desafio e tente descobrir o que existe  de curioso, pode ser mesmo que você achou fácil encontrar, eu achei fácil. Eu já me deparei com algumas delas que, realmente, eu não consegui descobrir, o que me levou a especular que pode haver algumas que, certamente, não existe nada para se encontrar, nesse caso, seria uma verdadeira trollagem.  Claro, eu não faria isso, nem mesmo no dia 1 de Abril, dia mentira. Não faria alguém perder tempo, procurando algo que não existe. Essa também não é a típica foto da vaca pastando no campo, aliás, a vegetação que aparace não é capim tanzânia nem capim mombaça. A vaca pode ter se afastado do rebanho para ter um momento de privacidade, pensar na vida, pensar fora do rebanho. Seguir os outros, na maioria das vezes, é péssima escolha, isso serve para rebanho e multidão. A vaca resolveu seguir a cabeça dela, não a cabeça de gado, certo ela!.