O Fim Do Mundo. Versão Atualizada

        Se você pesquisar na internet, achará dezenas de maneiras pelas quais o fim do mundo se dará. Desde asteroides chocando-se com a terra, guerras nucleares, até algumas que você nem sonha que existam. As datas para o fim do mundo vêm sendo marcadas desde tempos remotos. O fato é que daqui 7,5 bilhões de anos o Sol “morrerá”, nessa morte agonizante, ele se expandirá, ocupando as órbitas de Mercúrio, Vênus, e a do nosso planeta, será o fim da Terra. Antes do fim do mundo acontecer devido à morte do Sol, cientistas preocupam-se com o aquecimento global e os países que tem potencial e intenção de desenvolver armas nucleares. Não se pode esquecer que o fim do mundo implica noutra reflexão, quando a vida acaba, o mundo chegou ao fim para aquela pessoa, todo dia é o fim do mundo para alguém, o mundo dela acabou, a existência física nesse mundo terminou, chegou ao fim. Fica uma questão: A pessoa está preocupada como fim do planeta ou preocupada com o fim da própria vida?. Ela faz parte do mundo que chegará ao fim. Nesse contexto de fim do mundo como fim da espécie humana, 1% da população mundial, segundo os cientistas, escaparia da mais terrível pandemia, ocasionada por um vírus com alto grau de letalidade. Na foto do post ou montagem, o fim do mundo é mostrado como asteroides caindo. O que se pensaria era em pessoas em pânico, correndo desesperadamente, tentando se esconder, procurando lugares altos (águas dos oceanos se deslocando). Imaginaríamos cenas dignas de catástrofes apocalípticas, famílias se abraçando, horrorizadas, pessoas paralisadas pelo medo, olhando as bolas de fogo que vêm na direção da Terra. Olhares atônitos, pânico generalizado, mas com a febre dos dispositivos móveis de última geração, que vieram  ficar, esses momentos derradeiros seriam registrados e até postados nas redes sociais. Será que seria o fim da espécie humana, e de todas as outras que habitam o planeta Terra. Mamíferos e outras espécies sobreviveram ao suposto asteroide que teria causado a extinção dos dinossauros e possibilitou que os mamíferos viessem a ser os protagonistas da Terra pós-apocalipse. Se tudo acabará, não faz sentido algum tirar fotos, por ser assim meio forçada é que a ideia, mesmo com ironia e exagero, transmite os costumes tecnológicos de uma época, que, ao que parece, continuará com dispositivos cada vez mais modernos, celulares, smartphones, tablets e afins. Graças às imagens e fotos registradas pelos dispositivos móveis de última geração, qualquer acontecimento, por mais estranho que seja, pode ser registrado, e, momentos depois, já pode ser disponibilizado.