Gorila Tenta Impressionar Fêmea

        Em Taronga Zoo, Sydney, Austrália, esse gorila macho aprendeu sozinho a andar na corda bamba, com o objetivo de impressionar a fêmea, o espetáculo exibicionista para cortejar a fêmea não se limitou a apurada técnica de equilibrar-se na corda bamba, ele cuidou do próprio figurino, usando folhas como acessório para essa performance solo. Os rituais de acasalamento não são novidade na natureza, pássaros fazem coreografias, exibem as plumagens, outras espécies trazem presentes, alguns até tentam impressionar a fêmea, construindo o ninho maior e mais bonito. Cada espécie tem sua própria característica para cortejar, mas o gorila se supera ao aprender, sozinho, a andar na corda bamba. Se a fêmea não se impressionar dessa vez, não se sabe do que o gorila será capaz, pelo que ele já provou, a velha técnica de bater no peito, urrar e espancar os outros pretendentes está totalmente ultrapassada. Caso haja outros pretendentes cortejando a  fêmea, eles terão que se superar, um novo paradigma de conquista do sexo oposto acaba de ser implementado. Mudam as espécies, mas a arte de seduzir, conquistar permanece, seja tocando guitarra, desenhando, até tentando exibir-se através de bens materiais e enfrentamentos (palácios, joias, lutas e duelos), essa mania de aparecer, tentar impressionar, permeia o mundo desde tempos imemoriais. Se a fêmea não se sensibilizar com essa apresentação, os funcionários  deveriam providenciar um vídeo com as peripécias exibicionistas do gorila,  gravá-lo realizando o espetáculo e conseguir um meio de as gorilas fêmeas assistirem. É bem possível que ele tenha usado essas folhas,  pois eram  as únicas que estavam disponíveis, se houvesse flores coloridas, talvez, ele as usasse. Pode ter sido um ato de um gorila romântico conquistador para impressionar a fêmea, mas surpreendeu a todos. Se compararmos essa foto com a foto da postagem anterior, sem dúvida alguma, podemos afirmar que nossa espécie humana tem muito que aprender com as outras. Eu sou contra apresentação apresentação de animais em circos, vale lembrar que o gorila faz isso por iniciativa própria dele, não para entreter pessoas, mas para conquistar a gorila fêmea. O objetivo das cordas, no zoológico, é para ele se exercitar e dependurar nela, não para ser usada como corda bamba, foi um comportamento e ideia próprias dele, inclusive, de aprender a andar na corda bamba. Todas as pessoas que assistem a esse cortejamento, ou ritual de acasalamento, na verdade, estão "segurando vela" e torcendo para que ele tenha sucesso na conquista. No estado no qual eu vivo, São Paulo, graças a Deus e ao bom-senso dos legisladores, uma lei proíbe a apresentação de animais em circo.