A Gata Massagista

        Se os gatos resolvem montar um SPA com massagem relaxante, eles ganhariam muito dinheiro. Eles poderiam ensinar técnicas de meditação também.  Quem já teve gato sabe que eles ficam afofando, amassando alguma superfície. Esse movimento alternado, também conhecido como amassar pãozinho, ordenha, tocar piano só e feito quando o gato se sente seguro, feliz. Quando esse movimento é feito no colo do dono, é uma demonstração de afeto e carinho, o problema é que pelo fato de as  unhas ficarem um pouco expostas, essa demonstração de carinho pode incomodar. Isso pode ser evitado colocando uma toalha ou pano no colo e, com muito cuidado, tirando o felino do colo, agradando-o, pois esse é o modo de ele demonstrar o afeto que sente pelo dono. Levá-lo a um veterinário para aparar as unhas é uma ótima ideia também. Esse movimento é feito quando são filhotes e estão mamando, para ajudar o leite da mãe a sair, é uma lembrança muito feliz que eles nunca se esquecem, alguns chegam até a mamar nos panos que estão afofando, também é um meio de eles deixarem o odor deles no local, demarcando um território. Eles se sentem relaxados, felizes e protegidos. Durante o afofamento,  é o comum eles ronronarem, demonstrando o quanto estão felizes. Há ainda outra explicação, segundo a especialista em comportamento felino, Marilyn Krieger, os ancestrais dos felinos faziam esse movimento para afofar as folhas do lugar que iam dormir, tornando o lugar mais confortável. Isso faz lembrar aquele movimento em círculos que os cães fazem, antes de deitar. O Dachshund, também chamado de Teckel, Cofap, cachorro salsicha cavouca o lugar que vai deitar, se tiver alguns panos, ele faz um tipo de ninho para deitar. A facilidade que os gatos têm para dormir e cochilar é muito interessante, mesmo “sentados”.  Em média, de 15 a 20 horas por dia, entre períodos de sono  e  cochilos, alguns desses períodos podem ser de sono profundo. Quem já teve felinos sabe que eles sonham, é possível vê-los  mexendo rapidamente as patas, bigodes e focinhos em espasmos. Se eles sonham, com certeza, devem ter pesadelos também, alguns até roncam. Os gatos têm hábitos noturnos, mas eles se esforçam para fazer alterações, a fim de poder conviver mais tempo  com os donos e facilitar para serem alimentados.