O Misterioso Zelador da Planet Express

        Scruffy Scruffington é o zelador da empresa Planet Express, que faz entregas interplanetárias, no século XXXI. Personagem da série de desenho animado, Futurama. Embora seja encontrado sempre no porão da empresa, enrolando, fazendo cera, morcegando,  lendo uma edição de Zero-G Juggs Nacional, ele é acionista majoritário da Planeta Express, sendo detentor de 40.000 ações da empresa, por realmente vestir a camisa da empresa. Ele é um dos personagens misteriosos. Scruffy tinha sido um professor em Northumberland County College, o nome dele era Shaun.  Num dia, enquanto  andava em  Ashington, durante o Inverno, ele caiu sob o gelo do QEII e ficou congelado por mil anos. Ao ser descongelado, optou por começar uma vida nova, com uma nova identidade, conseguida legalmente. Quando perguntado quem ele é, por outro membro da tripulação, ele diz: "Eu sou Scruffy, o zelador".  Dentre as muitas curiosidades, no episódio "Direito e Oracle", Hermes revela que, Scruffy, na verdade,  é um zumbi, um morto-vivo. Pode-se, ainda,  fazer uma associação, no caso da preguiça, com o famoso Jaiminho carteiro, do seriado Chaves, e o zelador Scruffy. Essa associação vai muito além do bigode, o título poderia ser: “Separados Por Um Bigode”.  Jaiminho queria evitar a fatiga a qualquer custo, sempre sentando na primeira cadeira ou banco que encontra, tentando sempre fazer com que outros façam o trabalho dele de entregar correspondência. Um Cosplay de Scruffy, o zelador, já apareceu  na Comic Con, não é essa foto do post. Esse que aparece, parece se tratar de alguém que, sem querer, acabou fazendo um cosplay do zelador. Como sugerido na página de outubro do calendário, Scruffington parece ser o sobrenome do zelador. A julgar pelo número de ações que ele tem da empresa, o zelador parece ser, discretamente, o funcionário do mês, de quase todos os meses pelo visto.  Scruffy Scruffington poderia até ser adaptado, redundantemente, para “Zelador Zeloso”. É muito curioso como personagens de séries de desenhos animados e animações  têm a versão humana deles, de carne e osso, no mundo “real”. Do mesmo modo, pessoas de carne e osso, do dia a dia, inspiraram personagens de quadrinhos e tirinhas, por exemplo, a Turma da Mônica, de Mauricio de Sousa.