Caixa de Correio Torre de Computador

        Ainda com o tema lixo tecnológico,  essa é outra ótima ideia para o uso da torre de computador. É impossível imaginar quantos e-mails foram lidos no monitor que, com certeza, estava ao dessa torre. Por uma ironia, e,  ao mesmo tempo, uma ideia para ajudar a lidar com o lixo eletrônico, a torre desse computador que jamais voltaria a servir para entrar na internet e olhar a caixa de e-mails, de correio eletrônica, agora, recebe o correio tradicional, as cartas. Essa torre ainda tem o finado drive de disket, substituído, posteriormente, pelos drives de CD e DVD. Mesmo as torres mais finas  poderão ser adaptadas como caixa de correio, para recebimento de cartas convencionais. Em alguns modelos, o drive de CD/DVD está localizado na vertical, por isso a torre é mais fina. É verdade que essa caixa de correio é maior que a convencional, e as cartas que recebemos hoje são em menor quantidade, na maioria, são cobranças e, de dois em dois anos, na época de eleições, as caixas  são entupidas com os santinhos dos candidatos a eleição ou reeleição. Até agora, eu já encontrei dois exemplos de uso para dois dispositivos de hardware, a impressora e a torre (unidade de sistema). Pode ser que alguém descubra uma nova função para o monitor, teclado, modem, alto-falantes, mouse. O antigo monitor, o CRT (Catodic Ray Tube) Tubo de Raios Catódicos, poderia, antigamente, ter virado um aquário. Isso não seria possível nos modernos monitores LCD (não tão antigo,  foi desenvolvido em 1968) e no finíssimo LED. No caso do mouse, houve uma época que as descargas de muitos banheiros eram de puxar a cordinha. Se os desktops fossem populares nessa época, o mouse com fio seria muito adequado para ser aproveitado no lugar da cordinha. Hoje em dia, a maioria das descargas é apertada,  não puxadas. O desktop que já foi o protagonista,  o ator principal, no mundo dos computadores, passou a ser coadjuvante, atualmente,  ele está se tornando figurante. O mais triste é que, um dia, o desktop sairá de cena, como aquele personagem de um seriado que some misteriosamente ou fará participações especiais. A invasão dos tablets é arrebatadora. Os dados da IDC  mostram que as vendas de PCs (desktop) e de notebooks vêm caindo. O estudo da consultoria também apontou um crescimento  de 18,1%, na venda de tablets, no 3º trimestre.  Além do consumidor comum, a tendência do governo em optar pelos tablets, ao invés dos desktops,  para a rede publicada de ensino, vem se consolidando. Eu gostaria de sempre ter a opção de comprar um desktop, mas as fabricantes de computadores, e componentes, não se baseiam em saudosismos ou gostos pessoais. Demandas, tendências, projeções e  previsões no horizonte futuro é o que as norteiam. Todo blogueiro(a), mesmo o que gosta de desktop, procura saber como é a visualização do blog nos diversos tamanhos de monitores. Os blogs e sites responsivos já estão sendo motivo de muito interesse na blogosfera. O layout responsivo se adequa em diversos tamanhos de telas, com fluidez, reposicionando os elementos do site ou blog, para se ajustarem as diferentes telas. Convém lembrar que a versão mobile não é o mesmo que responsivo.