Pregadores No Bondinho

        Os pregadores que sempre ficaram imóveis no varal, segurando as roupas, agora podem apreciar a vista, o panorama, claro, isso se eles fossem vivos, tivessem consciência e sentidos. Se eles tivessem consciência, prefeririam estar no Bondinho do Pão de Açúcar no Rio de Janeiro. Por que fazer um bondinho para pregadores com janelas panorâmicas?. Porque sim, não é uma boa resposta, afinal, não estamos falando de marca de cerveja. O único objetivo é tornar essa miniatura de bondinho, teleférico, engraçada, tornando os pregadores passageiros. Desde a invenção deles, os pregadores não passaram por grandes transformações, a mais radical foi da madeira para o plástico, se fosse como o Pinóquio, da madeira para a carne e osso, os pregadores poderiam realmente curtir esse bondinho. Existe também, aquela mistura de carrossel,  gancho e pregadores que é mais usada para secar roupas íntimas, também apelidada de carrossel da “vergonha”.  Essa ideia do bondinho de pregadores não é só engraçada, é também muito útil. Quem já tentou recolher muitas roupas, quando começa uma chuva, sabe bem que é complicado recolher as roupas junto com os pregadores, mesmo colocando as roupas nos ombros, alguns pregadores cairão no chão.  Pode-se usar uma secadora de roupas ou a função secadora da máquina de lavar, mas o sol e o vento são de graça, e é bem ecológico e econômico, secar as roupas ao sol, e ao vento. Além da função de prender roupas, mesmo sem ter poder de polícia, o pregador é usado para prender embalagens, quando o produto não foi consumido por inteiro, isso dá origem àqueles posts, coisas de pobre, que são engraçados. Para que usar aqueles pequenos fios maleáveis revestidos com plástico, para prender as embalagens, quando o pregador dispensa essa torção do ferrinho na embalagem.  A versatilidade do pregador vai além de prender roupas e embalagens, é usado para segurar ou prender quase tudo que for possível. Muito antes de existirem os filmes: Edward Mãos de Tesoura; A Hora do Pesadelo (Freddy Krueger);X-Men (Wolverine), quase todas as crianças já tiveram a “genial” ideia de colocar um pregador em cada dedo da mão. Essa ideia evoluiu, de forma masoquista, para constar no Guinness Book, o livro dos recordes, com alguém colocando o maior número possível de pregadores no rosto. O pregador aparece recorrentemente em desenhos animados, como modo de não sentir cheiros ruins, fedores, colocado para prender o nariz, para respirar só pela boca. Antes que me perguntem, não faço ideia de onde o bondinho para pregadores pode ser comprado. Se você quer uma solução parecida, bem mais prática do que engraçada, uma garrafa pet cortada, presa a um chaveiro, desliza do mesmo jeito pelo varal, é muito eficiente, e os pregadores não perceberão que não é um bondinho. Se um pregador dormisse, durante a viagem, poder-se-ia dizer que o pregador pregou os olhos. Pregadores pregando uma peça também faria sentido.