Batman vs Superman: A Origem da Justiça

       O novo trailer do longa Batman vs Superman: A Origem da Justiça já foi divulgado pela Warner. A estreia está prevista para 24 de março de 2016. Enquanto Batman e Super-Homem estranham-se, uma nova ameaça se fortalece. Esta mochila não é para promover o filme nem está sendo fabricada para a estreia do filme no ano que vem. A pressa na linha de produção, e a distração de algum funcionário foram a causa do grotesco erro. Uma ilustração do homem-morcego, Batman, era para ter sido colocada dentro da parte transparente e costurada depois. Na pressa, foi a ilustração do Super-Homem. Exercer funções repetitivas, automáticas e maçantes, como Charlie Chaplin, no filme: Tempos Modernos, pode ocasionar erros. Será que esse erro entre nome e ilustração foi profético? Mesmo sendo um deslize, resta saber se a mochila foi confeccionada antes do lançamento do filme: “Eu Sou a Lenda”, 2007, estrelado por Will Smith. No filme, enquanto Robert Neville (Will Smith) procura sobreviventes, na Times Square pós-apocalipse zumbi, é mostrada uma cena na qual aparece um pôster enorme com o logo muito semelhante, quase idêntico, ao que aparece no filme que será lançado em 2016, a semelhança não pode ter sido apena coincidência, o que dá a entender que essa ideia já fazia parte dos planos dos estúdios da Warner Bros. Mais estranho que o logo, só o Bizarro, o Super-Homem, do Mundo Bizarro, que tinha o S, espelhado, invertido, embora, na versão para o jornal, o distintivo fosse um B (de Bizarro). O mundo bizarro é espelhado e distorcido, e o Super-Homem Bizarro parece uma mistura de Frankenstein com o Incrível Hulk, que teve algumas aulas com o Mestre Yoda. Esse personagem, o Bizarro, apareceu nos quadrinhos em: Superboy # 68 (1958). Lendo uma das declarações de Alvin Schwartz, escritor da tira, sobre o Super-Homem Bizarro, não só o reflexo é invertido, mas os valores também, parece uma mistura de reflexo de um mundo espelhado, invertido e bizarro com o Arquétipo da Sombra do Super-Homem, segundo Jung, onde a Família Família Addams poderia sentir-se em casa. Voltando ao filme, de 2016 (De Volta Para o Futuro), sem esquecer a mochila errada, achei que “Origem”, para o título, ficou melhor do que “Alvorecer”, pelo menos, para o público-alvo, comercialmente. A alvorada, o amanhecer, embora mais poético, prejudicava o Batman, morcegos têm hábitos noturnos, alguns homens e mulheres, que não são morcegos, também, os notívagos.  O filme trará, pela primeira vez, a Mulher-Maravilha nas telonas, ela já havia aparecido em seriado e em desenhos animados para a televisão. Essa mochila errada ficará atual até 2016, mesmo com o passar dos anos, virará referência ao filme. Graças ao filme, a sensação de estar comprando Super-Homem por Batman, ou vice-versa, não será tão incômoda. A mochila não é um cinto de utilidades, mas pode-se levar material escolar, que é muito útil, embora os livros digitais, ebooks e ePUBS sejam o futuro.  A origem da troca de super-heróis, na mochila, já sabemos, descuido de um funcionário.É muito provável que essa mochila vire item de colecionador, sendo arrematada num leilão on-line, um item errado torna-se mais raro e mais caro, um pedaço de bolo estragado de 68 anos também, dependendo de quem era o casamento, recentemente, um pedaço de bolo do casamento da rainha Elizabeth II foi arrematado por 680 euros. O pedaço de bolo tem 68 anos, a rainha tem 89 anos.