Halloween: Terapia De Grupo

       A terapia de grupo para lendas urbanas do Halloween, onde cada membro do grupo pode trocar conhecimento, experiências de vida (e de morte), entre si, compartilhando traumas, sofrimentos, preocupações, etc. Como estão passando por situações semelhantes, os membros não julgarão os outros, sentindo-se estimulados a se abrir, contando os problemas deles. Com isso, o grupo se fortalece e cada um enxerga o problema de outro ângulo, do ponto de vista de outro membro do grupo. Há a interação entre as lendas urbanas, o que cria uma empatia, e os membros do grupo passam a se importar uns com os outros. Faltaram o lobisomem, Frankenstein, Cavaleiro Sem Cabeça. Apesar de os personagens tradicionais serem fortes, o Halloween tem incorporado outros, atualmente, graças ao sucesso da série: The Walking Dead (também assisto: Z Nation), os zumbis passaram a ser presença constante no Halloween. Com certeza, nenhum personagem de filmes de terror/suspense será barrado na festa, por isso Freddy Krueger; Jason; Samara; Chucky; Hellraiser; caveiras; múmias podem participar de novos grupos de terapia e do Halloween. Não preciso citar as bruxas, afinal, é o dia delas, Dia Das Bruxas. As lendas urbanas brasileiras sempre foram convidadas para o Halloween, pelo menos, aqui no Brasil. Haverá sempre os radicais que defendem que só lendas urbanas, e rurais, nacionais deveriam participar do Halloween, para valorizar nosso folclore, bom, então, a festa deveria se chamar “Raloim” (Dia das Bruxas soa bem melhor). Por que não ser multicultural, Loira do Banheiro e Bloody Mary, juntas, Saci-Pererê, Cuca, Curupira, etc. O Halloween está inconscientemente incorporado a nossa cultura, a frase: “Travessuras ou Gostosuras” e as fantasias típicas da festa estão presentes em desenhos animados, séries, seriados e filmes. Se cada traquinagem pudesse ser substituída por um doce, apertar a campainha e sair correndo não teria mais graça. Esse ritual pagão celta atravessou os séculos, popularizou-se nos países anglo-saxônicos, agregou personagens da cultura pop do cinema e das lendas urbanas, substituiu o leite e comida por doces, e, ainda bem, fogueiras não são mais acesas para espantar os espíritos. Todas as lendas urbanas e do folclore de todos os países estão convidadas e serão bem-vindas.