Halloween: Travessuras, Gostosuras e um Asteroide

       O Dia Das Bruxas, Halloween, 31 de outubro, está chegando, por coincidência, um gigantesco asteroide cruzará o céu no dia 31 de outubro, justamente, por passar no mesmo dia da festa pagã celta, ele foi apelidado de “Grande Abóbora” um nome mais adequado do que o formal alfanumérico: Grande Asteroide 2015 TB145, pelo menos, para a data da passagem do asteroide. A NASA garantiu que não há motivos para preocupações. O “Aboboroide” passará relativamente próximo da Terra, aproximadamente à 480 mil km, mas não transformará travessuras em tragédias. Não será um espetáculo fácil de se ver a olho nu, como foi a Superlua de Sangue, quem quiser apreciar a passagem meteórica do asteroide (será bem rápida) precisará de, no mínimo, um modesto telescópio. O laboratório de Propulsão a Jato da NASA possui o Centro para Estudo dos Objetos Próximos da Terra. Apesar de haver planos para tentar evitar uma catástrofe causada por asteroides, tentando destruí-los ou desviá-los do caminho da Terra, o asteroide, Grande Abóbora, que tem um diâmetro de 470 metros, só foi detectado faltando apenas 3 semanas do ponto máximo de aproximação com a Terra, essa aparição surpresa (ou detecção tardia) foi preocupante, se ele estivesse vindo em rota direta de colisão com a Terra, não haveria tempo de tentar executar nenhum plano, para desviá-lo ou destruí-lo em 20 dias. Seja lá quais forem esses planos, devem ser planos que possam ser postos em prática, no menor tempo possível, antes de os asteroides atingirem a Terra. A Grande Abóbora passará pela abóboda celeste, dia 31 de outubro, Halloween, mas, felizmente para nós, tudo terminará em gostosuras, em doce de abóbora, pelo menos, dessa vez. A maior travessura desse asteroide foi ter aparecido tão de surpresa, e não haveria doces suficientes, no mundo, capaz de convencê-lo a mudar de rota, se ele estivesse vindo direto para a Terra, seria uma travessura apocalíptica.