Bateria Que Dura 400 Vezes Mais é Criada Acidentalmente



Bateria do celular quase acabando é uma das principais angústias modernas. A solução apresentada, na primeira, foto não é nada prática. A bateria é maior que o celular. Mesmo que dure muito, ficou um exagero, nada versátil para carregar.

Seria preciso uma mochila para levar o celular. Se uma bateria de celular que explode já faz um estrago, pode-se imaginar o que aconteceria se essa explodisse. Na prática, essa ideia acaba transformando o celular num telefone fixo.

Apesar disso, a adaptação de uma bateria grande e que dura mais é também um desabafo: “Por que não há uma bateria que dure muito mais? ” Os fabricantes estão trabalhando nisso, contudo a grande novidade aconteceu por acidente.

Na segunda foto, a bateria que dura 400 vezes mais foi criada acidentalmente por cientistas da Universidade da Califórnia em Irvine. A doutorando Mya Le Thai resolveu, "brincando", revestir os nanocabos de ouro com uma camada de gel eletrolítico.

O resultado foi impressionante, a bateria continuava funcionando depois de 200 mil ciclos (carga e recarga), sendo que as baterias comuns "morrem" (abrem o bico) após 5 mil, 6 mil ou, no máximo, 7 mil ciclos. A bateria é 400 vezes mais eficiente que as usadas atualmente.

Ainda levará tempo para essa bateria chegar aos smartphones e celulares. Os filamentos em ouro encarecem a bateria (essa bateria é feita de ouro, pelo preço...), mas o ouro pode ser substituído pelo níquel.