POR QUE HÁ TANTOS BABACAS NO MUNDO?. EXPLICAÇÃO CRIACIONISTA

    Uma explicação criacionista para o motivo de haver tantos babacas no mundo. Deus estava colocando os ingredientes na terra, a culinária divina, a receita original: ovelhas, árvores, etc. Assim como uma pitada de sal, era para ser apenas uma pitada de babacas, infelizmente a tampa do frasco, caiu e foi adicionada uma quantidade grande de babacas em nosso planeta. Caso haja aqueles que seguem o evolucionismo, por conseguinte, o darwinismo, lendo este post, a explicação é a seguinte: Possivelmente uma mutação tenha dado origem aos babacas (nem sempre o resultado de uma mutação é algo positivo, na verdade é imprevisível), estes tem conseguido adaptar-se muito bem ao meio, passando seus genes adiante. Quero citar também o naturalista injustiçado *Lamarck, segundo a lei do uso e desuso, a qual aplica-se a músculos, a língua é um músculo, foi muito usada pelos babacas, para obviamente dizer babaquices. (*Embora Lamarck tenha sido pioneiro na ideia de que um organismo evolui, a lei do uso e desuso foi um erro, a ideia de que as girafas tem um pescoço grande porque usavam a musculatura do pescoço para alcançar folhas nos galhos mais altos foi um erro, a ideia de que esta características adquiridas podiam ser transmitidas à prole foi outro equívoco. Um exemplo ilustra bem este equívoco, os filhos, netos, bisnetos, tataranetos daquelas mulheres que usam anéis no pescoço para ficarem pescoçudas, todas as gerações nasceram com o tamanho do pescoço normal, não herdando, portanto, a características adquiridas. O golpe fatal na teoria de Lamarck foi dado pelo alemão August Weismann, entre os anos de 1868 e 1876, ele cortou o rabo de várias gerações de ratos, e os filhotes continuavam nascendo com rabo. Lamarck morreu na miséria). DEIXO CLARO MEU TOTAL REPÚDIO AO USO DE ANIMAIS EM EXPERIMENTOS CIENTÍFICOS.