A Importância de se Lavar as Mãos

        Se esse detector de falta de higiene realmente existisse, seria muito bom. Por mais básico, lógico e higiênico que é lavar as mãos,  algumas pessoas não as lavam ao utilizarem banheiros e fazerem as necessidades fisiológicas.  Se a pessoa vive e convive com outras, quer seja numa casa,  quer seja num ambiente de trabalho, isso é extremante grave, pois envolve contaminação. De acordo com a UNICEF e a OMS (Organização Mundial de Saúde) com esse procedimento básico, lavar as mãos, pode-se reduzir em 40% infecções tais como a diarreia e 25% os casos de infecções respiratórias agudas. Ainda segundo a UNICEF, o simples uso da água e sabonete reduziria a grande parte das mortes de crianças de até 5 anos, no Brasil, vítimas de infecções respiratórias agudas e diarreia.  Lembro da genial letra do Arnaldo Antunes:  Lavar as Mãos.  O clipe fez  um imenso sucesso no Castelo Rá-Tim-Bum, TV Cultura, São Paulo, a métrica da música, a letra, grudava na cabeça. O clipe era destinado às crianças, mas muitos adultos deveriam assistir, com certeza, aqueles que não lavam as mãos. Embora para os adultos, essa abordagem mais agressiva do detector de falta de higiene, ainda que mais agressiva, seria mais eficiente. O olhar de reprovação das outras pessoas para um atitude politicamente e higienicamente errada, tem um grande peso.  Por outro lado, alguns banheiros não contém nem sabonete líquido, nem sólido, nem gasoso, se existisse tal sabonete, há a falta de banheiros públicos decentes e limpos. Existe o dia mundial de lavar as mãos, que já passou, 15/10. Não só o banheiro é o vilão, segundo os especialistas em higiene, da Gobal Hygiene Council, há 100 mil vezes mais germes na pia da cozinha das casas do que no banheiro, a explicação é que existe sujeira e restos nas pias, impregnando-as. Um fato que eu achei alarmante, segundo os especialistas, a tampa da privada é menos suja que a “inocente” tábua de picar e cortar alimentos, que tem 200% mais coliformes fecais. Eles calculam que  de 50% a 80% das contaminações alimentares se originem nas residências. Agora que ficou mais claro onde se deve tomar mais cuidado com a higiene: pia, tábua de cortar e picar carne, banheiro, lavar as mãos, dentro e fora de casa. Eu achei esses dados da Gobal Hygiene Council chocantes, o assento da privada é menos sujo do que a tábua de picar e cortar carne. Nas palavra de  Sanjay Wijesekera, UNICEF, diretor global do programa de água, saneamento e higiene do Fundo das Nações Unidas para a Infância: “Lavar as mãos antes de comer e após usar o banheiro reduz drasticamente a propagação de doenças diarreicas e tem efeitos de longo alcance sobre a saúde e o bem-estar das crianças e das comunidades”. O tema desse ano foi: “O poder está em nossas mãos”. A data é de conscientização e celebração, a UNICEF distribuiu sabão, fez oficinas de como lavar as mãos corretamente. Iêmen, Etiópia, Vietnã e Bolívia participaram.  Com certeza, uma atitude nobre, humana, se não existe, porém, água nem para beber, quando não há água para lavar as mãos?. Lavar as mãos antes de comer, se não há o que comer?. Comida, água potável e sabonete, ainda existe muita necessidade básica e de higiene. Ter o que comer e comer com as mãos limpas.