Os Tipos de Corpos Femininos

        Você mulher que tem dúvida quanto ao seu tipo de corpo, essa ilustração que mistura desenho artístico e desenho geométrico, elucida de vez qualquer dúvida quanto ao tipo ou silhueta do corpo feminino. Medindo a largura dos ombros, cintura e quadril é possível descobrir a qual tipo de corpo você pertence, e, feito isso, escolher o melhor look que se adéqua ao tipo de corpo, que valoriza cada uma das silhuetas. Ficaria um post muito longo, além de fugir totalmente dos meus conhecimentos e dos objetivos do blog, se eu relacionasse cada tipo de corpo com a roupa ou caimento que melhor se adéqua a cada um deles. Há dezenas de blogs e sites especializados em explicar e esclarecer essa correlação, mas, sabendo o tipo de corpo, basta procurar a roupa que se ajusta melhor a ele, as sugestões ou escolhas podem ser: no trabalho, lazer ou festa. É possível que tenha havido uma unificação entre os tipos: retângulo e diamante, por não haver tanta diferença ou as diferenças serem mínimas, que as roupas se adequariam bem aos dois tipos. Isso explicaria a ausência do tipo diamante em alguns sites de moda. Psicologicamente, a associação: diamante e preços altos, roupas caras seria evitada, isso é só palpite meu. Não seria justo uma adicional de 30% no preço de roupas para as mulheres com tipo de corpo diamante. Sob um olhar estritamente artístico, essas formas geométricas ajudam a desenhar os tipos de corpos, servem como uma espécie de esboço preparatório para caracterizar ou visualizar os tipos ou biotipos de corpos femininos. A associação entre formas geométricas e desenho artístico a mão livre é antiquíssima, remonta a proporção áurea, quantos círculos representando a cabeça cabem no corpo inteiro, 7 cabeças e meia. Existe toda uma relação de proporção entre cabeça, tronco e membros. Em desenho artístico, existe toda uma técnica que usa linhas guias, ovais, círculos,  pontos de articulação, linhas de movimento, linhas ou campo de ação, que constituem os esboços preparatórios, esqueletos de bonecos palitos muito aperfeiçoados, formas cilíndricas e ovais, até mesmo, a mistura de ambas ou uma combinação entre elas.  Há quem prefira, simplesmente, imaginar eixos, estabelecendo com precisão a altura dos olhos, nariz e boca em relação um ao outro e em relação à cabeça.  As proporções áureas são idealizadas, isto é, são uma base um modelo ideal ou perfeito, pessoas da mesma altura podem ter o braço mais longo uma em relação a outra. Segundo a proporção áurea, a altura da envergadura, a distância dos braços abertos, medida entre os dois dedos médios (os dedos maiores), equivale a altura da cabeça aos pés (7 e meia cabeças). Não que esses conhecimentos de anatomia e de proporção áurea devam ser esquecidos pelos artistas, realmente, eles são muito importantes no início do aprendizado, mas um desenho realista de observação de corpos reais do dia a dia será a diferença entre desenhar pessoas e manequins. A ideia de simetria, que parece estar inconscientemente na nossa espécie, quando colocada no desenho retratista pode resultar totalmente artificial, nunca um lado do rosto é igual ao outro, essas sutis diferenças, se retratadas fielmente, resultarão num desenho fiel e convincente da pessoa retratada. Não posso deixar de citar a obra de Leonardo Da Vinci, O Homem Vitruviano, que faz referência à ciência e a divina proporção ou proporção áurea, arte e ciência são representados.