As Emocionantes Emoções e As Sensações No Corpo

        As emoções se classificam em: 1) Emoções primárias, universais, as quais são comuns a nossa espécie e não dependem de aprendizado, são independentes de fatores socioeconômicos,  exemplos: alegria, surpresa, tristeza, medo, raiva, nojo;  2) Emoções secundárias ou sociais, as quais dependem dos fatores sociais e culturais, de um aprendizado, uma interação. Há a correlação com experiências anteriores, com a época na qual a pessoa viveu ou vive, são elas: vergonha, orgulho, inveja, espanto,  desprezo, indignação; 3) Emoções de fundo, têm relação com o bem-estar, mal-estar, calma, tensão, ansiedade, relaxamento. Esse é o ponto de partida para nós, leigos, termos uma ideia, o assunto é muito amplo, assim como a classificação de emoções e sentimentos, que, para muitos teóricos, diferenciar-se-ia apenas no grau, uma experiência afetiva mais branda seria sentimento, enquanto uma experiência afetiva mais intensa seria emoção.  Por outro lado, para a psicologia, alegria, medo, raiva e tristeza são emoções. A própria diferenciação entre emoção e sentimento é confusa. Segundo o neurologista português, radicado nos Estados Unidos, Antonio Damásio: “As emoções ocorrem no teatro do corpo. Os sentimentos ocorrem no teatro da mente.” O processo tem um início, que é exteriorizado, a emoção , e um fim, que é interiorizado, o sentimento. Há muita discussão, dificuldade de classificação, teorias. Obviamente, um simples post superficial sobre o assunto, num blog cujo nicho é humor, curiosidade não vai esgotar o assunto de neurociência e psicologia, mas é um ponto de partida para quem quiser se aprofundar no assunto, há um vasto material na internet. Eu achei esse infográfico muito interessante, por isso eu o traduzi, optei na tradução substituir sentir por vivenciar, para não ficar redundante: “sentem sensações, quando sentem emoções”.  As principais emoções secundárias ou sociais foram representadas no infográfico, mas não todas. Creio que cada pessoa observará o infográfico, tentando lembrar se condiz com as próprias sensações do corpo dela. As que eu pude comparar e lembrar: correspondem exatamente ao que eu senti. Roberto Carlos estava certo, são tantas emoções, muitas mesmo. Misturando duas delas, podemos dizer que ninguém tem orgulho de ser invejoso, que alguns, devido a muitas decepções tem medo de amar.