Selfies Por Hora

        Caso o mitológico Narciso existisse, hoje em dia, será que ele tiraria fotos dele mesmo e postaria nas redes sociais, continuamente,  ficando extremamente fraco por não se alimentar nem beber água, acabando por morrer de inanição. O fenômeno da selfie já foi assimilado e entrou para a história, apesar de a ideia de tirar uma foto de si mesmo seja antiga, antes mesmo da fotografia existir,  há séculos,  famosos pintores já tinham se autorretrato nas pinturas, com a ajuda de espelhos.  Graças a essa nova unidade, humoristicamente, criada, a selfie por hora, pode-se medir com precisão o Narcisismo, dividindo-se a selfie  por hora. Apesar disso, uma nova fórmula mais complexa deverá ser criada, para medir o número de filtros, layers (camadas) e efeitos aplicados às fotos. Se considerarmos aquele dispositivo usado para tirar a foto selfie a uma maior distância, o pau de selfie, aquele cabo que aumenta o plano de fundo da foto, a fórmula será ainda mais complexa. Se alguém acoplar uma câmera digital num drone (veículo aéreo não tripulado, pilotado remotamente), poderá tirar fotos de varias distâncias e ângulos, fotos aéreas, o que torna a fórmula ainda mais complexa. Seria o Narcisismo levado às alturas. Há ainda outro lado dessa questão, se o próprio meio pelo qual o ensinamento é transmitido mudou, do papel para o monitor, questões físicas e matemáticas, enunciados, deverão, cada vez mais, incorporar a linguagem da internet, o “internetês”.  Nas quatro operações matemáticas, por exemplo, as cartilhas  poderiam adequar o enunciado: Joãozinho  tinha 10 maças, comeu 4, quantas restaram?. A operação de subtração poderia ser: Joãozinho tirou 10 selfies, durante a viagem, mas ele deletou 4 delas, quantas selfies restaram?. As cartilhas também poderiam trazer frases como: Ivo viu o vídeo no YouTube. Atualmente, é mais provável que Ivo veja primeiro a uva pelo tablet, depois, no mundo “real”. Pedro pôs o Pen Drive na porta USB. Paulo pediu o Pen Drive para Pedro. Até as bancas do ENEM poderiam usar o tempo de download de arquivos para elaborar questões, onde a regra de três, porcentagem e outros conteúdos do ensino médio poderiam ser cobrados.  As brincadeiras antigas foram substituídas por jogos e apps. Exemplos e enunciados que envolvam conceitos da internet, a linguagem da internet, serão mais bem assimilados e compreendidos. A famosa, bucólica e nostálgica capa da cartilha Caminho Suave, do ensino fundamental, foi atualizada, os uniformes e as mochilas escolares.  Eu achei a ilustração excelente, a diferença é que, com a internet, as pesquisas ficaram muito mais fáceis.