A Oval Vermelha Que o Deixará Vermelho de Raiva

Os famosos círculos e ovais vermelhos que colocam em foco detalhes estranhos, desconcertantes, chocantes e, por vezes, considerados sobrenaturais ou sem explicação. Detalhes que passam desapercebidos à primeira vista, mas são descobertos por atentos detalhistas.

Originalmente, as ovais vermelhas das duas fotos do post eram círculos, mas foram distorcidas, por mim, para se adequar ao post, porém isso não muda o fato nem o objetivo delas. Ovais ou círculos marcariam algo estranho numa foto. Existiam outras fotos com mais esferas vermelhas com a mesma pessoa da foto.

Esse stalker ou stalkers (perseguidores, obcecados, espreitadores) do além, não se pode saber se é mais de um, aparecem em várias fotos. O cara da foto, do mundo dos vivos, deve ser um ímã para atrair tanta atividade paranormal ou aparições inexplicáveis. Poderia ser considerado o: Japonês do Sobrenatural.

Será que ele estava andando pela floresta dos suicidas: Aokigahara, no Japão, também conhecida como: Mar de Árvores? Dizem que a floresta é assombrada pelos fantasmas das pessoas que se suicidaram lá.

Na verdade, não está relacionado com os fatos terríveis ocorridos na floresta. Da sequência original de fotos, a da direita é a última, e ela resolve o mistério. Resolve porque o autor assim o quis. Ele podia tê-la omitido do post, deixando todos procurando.

A oval não foi feita com a ferramenta formas do Photoshop ou do Corel Draw ou outro programa. A oval vermelha, vista nas fotos, existe fisicamente, é um objeto real. Está presa a uma haste que foi colocada na mochila.

Ele não precisa colocar a oval depois, no Photoshop, ela já sai no momento da foto, muito prático. Onde quer que ele vá, sempre algo inexplicável estará acontecendo por perto, espreitando ao fundo. É preciso reconhecer que ele foi legal ao postar a última foto, que revela a pegadinha.

Muitas pessoas gastariam muito tempo para tentar “enxergar” o que estaria dentro das ovais vermelhas. Pode ser que até enxergassem algo dentro delas pela pareidolia (quando formas distintas e com significado são visualizadas em estímulos vagos e aleatórios como nuvens no céu, florestas, formações rochosas, manchas na parede, etc. Não parece que tem um rosto na foto que releva o truque? Olhos nariz e boca, uma face encostada de lado.

Alguém poderia desconfiar da pegadinha porque a oval aumenta e diminui proporcionalmente ao tamanho da figura do trollador, mas ele deve ter pensado nisso, porque a foto que fica clara essa relação de proporção, e que revela o truque, foi colada no fim da sequência original de fotos.

Com nossa atenção completamente voltada para a oval, mesmo com fotos a média distância, seria difícil perceber, pois estamos escaneando o que existe dentro da oval. “Quero descobrir o que há de estranho aí dentro!”; “Por que só eu não consigo ver?”

É a primeira vez, talvez, que o círculo vermelho (oval) existe, é real, e o detalhe dentro dele não existe, apenas a paisagem normal. Obviamente, muitos desses círculos ou ovais vermelhos de outras fotos têm explicação, mesmo pelos Layers (camadas) do Photoshop e as múltiplas ferramentas para manipular fotos.

Com certeza, algumas fotos com esse destaque dos círculos ou ovais vermelhos feitos com ferramentas digitais não tem nada de sobrenatural ou inexplicável dentro, e as pessoas querem mesmo que alguém perca tempo procurando algo que não existe. Trolladores trollam...

As montagens, manipulações (restaurações também) são tão antigas quanto a invenção da fotografia e foram feitas por artistas competentes, claro, montagens toscas por falta de competência, ou de propósito mesmo, sempre existiram também.

Como vimos, ou melhor, como não vimos, em plena era digital, “internética” um recurso simples como uma oval (círculo) presa numa haste pode dispensar o uso de softwares de edição e tratamento de imagens.